Pre Loader

Comorbidades no TEA

Não existem tratamentos medicamentosos para o TEA, porém, muitos sintomas que interferem na aquisição de novas habilidades podem (e devem) ser tratados com medicação. São os casos de sintomas referentes a outros quadros clínicos. Portanto, é de suma importância verificar se há associação (comorbidade) com outras patologias para que as intervenções necessárias e específicas possam ser realizadas.

Comorbidade é a presença de duas ou mais doenças em um paciente. No caso de TEA, essas comorbidades são bastante comuns, ocorrendo em cerca de 85% dos casos, aumentando sobremaneira as dificuldades adaptativas e o sofrimento tanto do paciente quanto de seus familiares. Essas comorbidades podem se apresentar, muitas vezes, como irritabilidade e problemas de comportamento.

São as comorbidades mais frequentes: Epilepsia (5 a 40%), TDAH – Transtorno do Déficit de Atenção e Hiperatividade (37 a 85%), Transtornos de Ansiedade (até 40%), Depressão (0,9 a 29%), Distúrbios do Sono (50 a 80%). Além dessas, encontramos ainda: TOD (Transtorno Opositor Desafiante), Deficiência Intelectual, Altas Habilidades, Problemas Gastrointestinais, Dificuldades Alimentares, entre outros.

Para que essa diferenciação possa ser feita e o tratamento realizado, é fundamental a avaliação de profissionais especializados.

Ainda não há comentários.

Deixe um comentário

Your email address will not be published.